Contactos

Rua Domingos Saraiva, Nº 6
2725-286 Algueirão-Mem Martins

219 229 450/8

219 229 459

geral@jfamm.pt

2ª feira a 6ª feira
das 9:00 às 17:30

 

Os últimos dois fins de semana (17, 18 e 19 - 24, 25 e 26 de outubro) foram dias de Feira das Mercês. Seis dias de uma das feiras mais antigas da região de Lisboa. Existe há mais de 250 anos e, ainda hoje, continua a ser uma das feira com mais expressão da região saloia.


Era aqui que os agricultores, produtores e criadores vinham vender os seus alimentos, produtos e animais e as pessoas adquiri-los. Vinham de toda a grande Lisboa até à Rinchoa para esta que ainda hoje é sobretudo uma feira ligada à agricultura e também à Nossa Sra das Mercês.

O Largo onde hoje é realizada a festa fica mesmo ao lado da igreja onde está a santa que, no último dia da feira segue numa procissão que atrai inumeras pessoas. Aliás, dos seis dias da Feira este é sem dúvida um dos mais marcantes e importantes para quem visita o espaço.

E pela feira, este ano, passaram milhares de pessoas. Umas atraídas pela gastronomia, outras pela diversidade de animação que se via ao longo da festa e também pelos expositores que ali mostravam os seus produtos.

O que, de fato é característico aqui e que não pode faltar são os frutos secos, as castanhas assadas, a carne às mercês, as pêras pardas que continuam a marcar presença na feira, mesmo que de uma forma mais discreta.

Este ano, ao contrário dos últimos, o tempo ajudou ao passeio, já que o sol esteve presente em praticamente todos os dias, convidando famílias inteiras a aproveitar o espaço e tudo aquilo que a Feira das Mercês tinha para oferecer.